ANÁLISE de SOLOS Samuel Salgado, fertilidade,agricultura, controlado

ANÁLISE SOLOS

Para indicação dos níveis de nutrientes no solo e otimização dos programas de rega e adubação, exibindo as mudanças da fertilidade do solo. A Análise ao solo é uma prática que ajuda a determinar a fertilidade de um solo. É também o primeiro passo para o planeamento de um programa de fertilização correcto. O recurso à análise ao solo e a aplicação de nutrientes na quantidade aconselhada conduz a produções elevadas e de qualidade. Através de uma análise periódica ao solo evita-se a ocorrência de desequilíbrios nutritivos, condição fundamental para a resistência da cultura às doenças.  Adotar estas práticas reduzem a possibilidade de poluição do meio ambiente  e aumentam a qualidade da produção. O solo é a base da agricultura (exceto nas culturas sem solo: hidroponia (100% em água), semi-hidroponia (cultivo em substrato) e aeroponia (cultivo onde existe aspersão periódica, sem solo e substrato). É o solo que fornece os “alimentos” às plantas. Para que exista uma boa disponibilidade de nutrientes, existem vários fatores que têm de ser controlados. O pH é um deles – determina a taxa de assimilação dos nutrientes – e dos próprios nutrientes que não podem estar em falta nem em excesso. Por estes motivos, o solo é parte fundamental do processo agrícola e deve ser, além de bem cuidado, bem controlado para termos sempre a maximização na produção.

Gama

Formulário de Contacto